MANUEL DA SILVA RAMOS
1947 | Covilhã | Portugal

Nota Biográfica:
Depois dos estudos liceais na Covilhã, estudou Direito em Lisboa mas ao fim de quatro anos abandonou a universidade e o país e exilou-se em França para fugir ao fascismo. Aos 21 anos, ganhou o Prémio de Novelística Almeida Garrett, de 1969, com “Os Três Seios de Novélia”. Desde então, publicou 25 livros em diferentes editoras (Assírio Alvim, Fenda, Alma Azul, Dom Quixote, A.23, Parsifal, etc..), tem colaborado com diversas revistas e é cronista no “Jornal do Fundão” há mais de vinte anos. É um dos mais originais escritores portugueses e a sua ficção, como disse um dia Ernesto Sampaio, «é uma brisa fresca na literatura portuguesa».