Encontros Cinematográficos – XII Edição

ENCONTROS CINEMATOGRÁFICOS 2022 . XII edição Seminário Internacional de Cinema 11 a 15 de maio 2022 A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, Fundão Programa: www.luzlinar.org/encontroscinematograficos/encontros-2022/ Último filme de Peckinpah estreia no Fundão Os Encontros Cinematográficos regressam à Primavera, de 11 a 15 de Maio, de 4ª a Domingo, na Moagem do Fundão. A 12ª edição deste Seminário Internacional de Cinema, que se tem consolidado nacional e internacionalmente como um ponto de encontro crucial entre diversos autores e a comunidade, apresenta uma retrospectiva do grande realizador americano Sam Peckinpah e o ciclo “Guerra e Paz”. Destaca-se a estreia no Fundão de “O Fim-de-Semana de Osterman – Director´s Cut” (11 de Maio às 21.30), o último filme do realizador de “A Quadrilha Selvagem”, tal e qual o montou às escondidas dos produtores e finalmente revelado ao fim de quase 40 anos. Somam-se ainda as estreias dos documentários “Passion & […]

Encontros Cinematográficos – XI edição

Encontros Cinematográficos – XI edição Seminário Internacional de Cinema 29 de outubro a 1 de novembro 2021 A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, Fundão Programa: https://www.luzlinar.org/encontroscinematograficos/encontros-2021/ A Moagem do Fundão volta a marcar encontro com o cinema, de 29 de Outubro a 1 de Novembro, com a 11.ª edição do seminário internacional Encontros Cinematográficos, que promove a reunião entre vários participantes e cineastas de diferentes gerações e geografias, com uma atenção particular ao cinema português e aos realizadores emergentes. É um programa de 4 dias com três sessões por dia, seguidas de debate com a presença dos autores: Nelson Fernandes (Zina), João Dias, Manuela Serra, H.M.S. Pereira, Aya Koretzky, Rui Garrido, Sério Fernandes, Loukia Batsi, Marianna Stathaki, José Veloso. Entre os vários pontos de grande interesse, a estreia do filme “Nós” (dia 29, às 21.30), de Nelson Fernandes (Zina), realizador que também terá uma retrospectiva da sua […]

Mão Morta Redux – A Casa na Praça Trubnaia

Mão Morta Redux – A Casa na Praça Trubnaia União Soviética| 1928 | 86′ Realizador: Boris Barnet Sinopse: A partir de uma encomenda para a quarta edição do festival de cinema CLOSE-UP, os Mão Morta criaram uma nova banda-sonora para o filme “A Casa da Praça Trubnaia”, obra-prima do cineasta soviético Boris Barnet, um outsider do cinema mudo soviético. Este filme-concerto é composto e tocado ao vivo por Adolfo Luxúria Canibal, António Rafael e Miguel Pedro, que se apresentam enquanto Mão Morta Redux, um formato reduzido que marca um regresso ao período em que o grupo era constituído por apenas três elementos. Em “A Casa da Praça Trubnaia”, Boris Barnet conduz-nos por uma sátira à hipocrisia da pequena burguesia, que sobrevivera na URSS à Revolução e que continuava, sorrateiramente, a explorar os necessitados. Através da comédia, o cineasta mostra a história da casa, e dos seus habitantes, para onde Parasha […]